Doceangel

A meu ver, a palavra-chave pra se explorar nossa sexualidade desta forma é só uma: consentimento.
Se as partes envolvidas estão de acordo, que mal tem?
"Angel"

sexta-feira, 1 de maio de 2015


     Apenas eu.
        
Ainda sinto teu cheiro em mim
tremo de lembrar das tuas mãos
da reação do meu corpo em cada palmada
a saudade dói, mas dói mais ainda saber
que por fatores externos te disse adeus.
Achei que precisava viver mais intensamente
as dores que me dão prazer, e que no momento
não podes me dar...
Achei que precisava descobrir em mim
a puta que sonhei ser...
Achei que precisava rastejar por aí
em busca do meu eu...
Achei que tua dominação  sofreu
e minha submissão enfraqueceu...
Achei que me dominarias mesmo longe
que me faria obedecer sempre...
Achei que me acordaria na noite
tocando meu celular e me mandando gozar...
Achei que dirias qual acor da minha alma
e o perfume do meu espirito...
Achei que seria teu refrigério no calor
e teu aconchego no frio...
Achei que me levarias na praia e me faria sentir
o corpo gelar...
Achei que seria eterno como me prometeu
e como desejei...
Achei que se eu te fizesse sentir meu amor
me farias sentir unica...
Achei que eras meu encontro das eras...
Achei que nosso encontro fora programado...
Mas não achei que aceitarias o meu adeus
sem nem questionar...
Agora diante do tempo, meu ser
desabrocha novamente querendo
aguardando um novo chamado...

                 Luna Liberta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus gozos aliado aos meus prazeres.